O conceito de professor 2.0 nasceu com as mudanças na educação, pois o modo de ensinar se transformou e os profissionais precisaram se adaptar à nova realidade. Caso contrário, o professor teria dificuldades para exercer seu papel na sala de aula, pois os alunos de hoje têm em mãos muitas distrações, como tablets, computadores e celulares.

Diferentemente do que muitos pensam, a tecnologia não é um fator negativo quando se fala em educação. Isso porque, se bem utilizada, ela traz diversos benefícios para professores e alunos. Um bom exemplo é o seu uso na democratização do ensino, respeitando o limite de aprendizado de cada estudante.

Neste post, vamos explicar o conceito de professor 2.0, mostrar sua importância para o setor educacional e citar como ele vem sendo aplicado nas salas de aula. Acompanhe!

O que é o professor 2.0?

O professor 2.0 é aquele que utiliza ferramentas tecnológicas para ministrar as suas aulas. Além disso, ele é capaz de compreender o processo de ensino-aprendizagem e ainda estimula os alunos a buscarem conhecimento útil na rede.

O termo nasceu por causa da web 2.0, conceito que começou a ser utilizado a partir dos anos 2000. Ela é baseada em uma plataforma de interação entre os usuários e na construção de uma inteligência coletiva. Um bom exemplo dessa evolução é a criação de conteúdos para a internet, o que não existia até então.

Baseado nesse conceito e nas ideias da web 2.0, nasceu o professor 2.0, que é responsável por transformar o cenário da educação.

Qual a diferença entre o professor 2.0 e o professor tradicional?

O professor tradicional é aquele que utiliza recursos básico, como quadro-negro e livros, para expor o conteúdo aos alunos. A aula é baseada apenas na exposição das matérias, o que leva os estudantes a ficarem desinteressados.

Por outro lado, o professor 2.0 estimula a interação e a participação dos alunos durante as aulas. Para isso, ele utiliza diversos meios, como recursos tecnológicos, visitas externas e aulas práticas.

Como o conceito de professor 2.0 tem sido empregado no sistema educacional?

Entender o conceito de professor 2.0 é fácil, o desafio para os profissionais é saber como ele está sendo aplicado nas salas de aula. A seguir, vamos explorar esse assunto. Confira!

Uso da tecnologia na educação

O uso da tecnologia é uma das principais ferramentas dos professores 2.0. A internet pode ser utilizada para estimular os estudantes a buscarem conhecimento. Além disso, o professor ainda pode usar softwares específicos para ministrar seus conteúdos e administrar seu trabalho.

Alguns programas da Microsoft são bastante úteis. Podemos citar o Office 365 Education, que é uma ferramenta que ajuda no aumento da produtividade.

Já o programa Hacking STEM permite a criação de aulas completas, instruções em pdf, bloco de anotações do OneNote, entre outros diversos recursos.

A Microsoft ainda tem certificações para professores. Todas essas ferramentas são úteis para ajudar no aprendizado dos alunos e otimizar o trabalho dos docentes.

Uso das novas linguagens digitais

O papel do professor 2.0 não é apenas utilizar as ferramentas digitais tradicionais, como computador e internet. Ele deve entender diversas outras tecnologias, que são muito úteis para otimizar seu trabalho. Um bom exemplo é o domínio das ferramentas da Microsoft, que foram citadas no tópico anterior.

Desenvolvimento das competências socioemocionais

Há alguns anos, o papel do professor era somente ensinar seu conteúdo. No entanto, atualmente o educador moderno também é responsável pelo desenvolvimento socioemocional dos alunos.

Hoje dia, a escola tem um papel fundamental no desenvolvimento integral do indivíduo. Por isso, os estudantes aprendem sobre autoconhecimento, respeito, empatia, responsabilidade e determinação, fatores que são essenciais para a formação do caráter de cada um.

Estímulo ao aprendizado dos alunos

O professor 2.0 estimula o aprendizado dos alunos por meio de aulas diferenciadas. Um bom exemplo disso é a sala de aula invertida. Nesse método, o docente disponibiliza o conteúdo para os estudantes por meio de ferramentas digitais, para que eles estudem a matéria em determinado período.

Depois, durante as aulas, os alunos fazem apenas perguntas a respeito do conteúdo. Esse tipo de estratégia estimula os discentes a buscarem conhecimento por conta própria e ainda ajuda na interação da classe.

Aulas em ambiente externo, como visitas técnicas ou de campo, também são estratégias bastante utilizadas por professores 2.0, pois deixam o estudante mais interessado e as aulas mais dinâmicas.

Uso de games educativos

O uso de games vem sendo bastante propagado no ambiente escolar. Isso porque os jogos são essenciais para desenvolver as competências socioemocionais dos alunos. Afinal, além de engajarem os jovens, os games oferecem incentivos no intuito de que os participantes fiquem empolgados para concluir as tarefas.

Algumas competências socioemocionas que são desenvolvidas por meio dos jogos são:

  • interatividade;
  • criatividade;
  • pensamento próprio;
  • persistência;
  • senso de urgência;
  • competição saudável;
  • disciplina.

Além disso, os jogos são excelentes para estimular o aprendizado dos estudantes, desenvolver seu senso crítico e ajudar na resolução de problemas e nas tomadas de decisão. Com o uso dos games, tudo fica mais interessante, pois o conteúdo é ensinado de forma interativa. Assim, os alunos não ficam entediados durante a aula.

Mas quais são os jogos que podem ser utilizados na classe? Bom, podemos citar como exemplo o Minecraft Education Edition, que é um software de jogos de blocos. Esse software conta com uma câmera, que permite o registro das atividades dos jogadores, que podem ser compartilhadas com outros alunos e professores.

Como você viu, o professor 2.0 é um profissional diferenciado, antenado nas novidades tecnológicas e que tem um papel fundamental para a formação do individuo. Dessa forma, se você ainda não se tornou um docente desse tipo, não perca mais tempo. Saiba que, daqui há alguns anos, não haverá espaço para outro tipo de profissional dentro das escolas.

Gostou do post sobre o conceito de professor 2.0 e está em busca de soluções tecnológicas para implantar em sua escola? A Trivium oferece os melhores serviços no setor de educação. Entre em contato conosco e converse com um de nossos consultores!