A escola não é um local onde apenas os conteúdos importam. É preciso olhar além, compreendendo os papéis de cada indivíduo no processo de ensino. Assim, o ambiente deve ser propício para que o trabalho do professor seja exercido com excelência, oferecendo o que existe de mais moderno e avanço no âmbito educativo.

Com isso, surge a Microsoft Educator (MCE), uma certificação cujo objetivo é orientar os educadores para que consigam aplicar as competências e habilidades do século XXI em sala de aula, principalmente por meio do uso de tecnologias digitais. O programa tem como maior intuito proporcionar uma experiência inovadora e personalizada, levando em consideração os diversos aspectos da atuação docente.

Convidamos os professores Paulo Germano e Samantha Oliveira, que obtiveram a certificação Microsoft Certified Educator recentemente, para explicar mais sobre o assunto. Acompanhe!

Certificação Microsoft Certified Educator

A certificação Microsoft Certified Educator comprova que o educador está apto para utilizar os recursos da tecnologia em sala de aula. Com isso, é possível fornecer experiências personalizadas de aprendizagem, ao mesmo tempo em que o docente desenvolve habilidades voltadas para um formato de ensino inovador. Um grande benefício é que a certificação MCE não expira, ou seja, tem validade vitalícia.

“Sempre entendi que a tecnologia é muito adequada para a educação como ferramenta. Mas não é só ela, tem a tecnologia, os profissionais se qualificarem para programação e para aplicativos”, comenta Paulo.

Sendo assim, a certificação Microsoft Certified Educator oferece uma série de benefícios aos profissionais que desejam transformar a sua prática pedagógica. “Esses cursos mudaram a visão da minha prática em sala, me ensinaram sobre como isso é importante e como podemos trabalhar essas habilidades em sala de aula”, como bem elucida Samantha.

Certificação

As instituições de ensino, sejam escolas de ensino básico, fundamental e médio ou, ainda, de nível superior, podem promover a certificação e explicar os seus benefícios aos educadores. Assim, diretores e coordenadores desenvolvem um processo de treinamento para o corpo docente, tendo a garantia de que a adoção da tecnologia será utilizada com o máximo de sua potencialidade em sala de aula.

Uma boa notícia é que as instituições têm total autonomia para aplicar o exame e capacitar o próprio corpo docente.

Curso

O curso preparatório direcionado para a prova é dividido em 8 partes, sendo que “cada etapa fornece uma justificativa para a necessidade de desenvolver tais habilidades em nossos alunos, entre eles: colaboração, comunicação, construção de conhecimento, resolução de problemas e inovação”, explica Samantha.

Paulo acrescenta também que “o curso visa à tecnologia dando a metodologia, mas é necessário que saibamos utilizar as ferramentas. Saber como abordar, como avaliar um projeto. O curso é bem globalizado e tem em vários idiomas”.

A duração do curso é de 20 horas, e a prova pode ser feita em 1 hora. “A prova para a certificação é densa e requer conhecimento, mas não é impossível. O curso oferecido pela Trivium é bem completo e direcionado para a prova”, comenta Samantha.

Tamanho da prova

A prova consiste em questões e exige uma leitura atenta dos profissionais. “Eu tive que acelerar algumas leituras, uns vídeos, para que eu pudesse me integrar mais sobre o assunto. Tiveram muitas perguntas a respeito do que foi abordado. Contudo, quem tinha feito a leitura nas próprias questões de case tinha subsídios para resposta. Se você seguir um fluxo lógico e ler o material, é totalmente possível responder”, diz Paulo.

O exame é feito online e o professor precisa obter pontuação mínima de 700 pontos para ser aprovado. Sendo aprovado, a Microsoft emite um certificado em nome do educador que tem validade internacional. “Essa certificação tem me ajudado muito no trabalho na escola”, como bem destaca Paulo.

Benefícios da certificação Microsoft Certified Educator

A certificação MCE é um diferencial para o desenvolvimento da carreira docente. Isso porque ela possibilita que os educadores consigam preparar as aulas de uma maneira mais estruturada e produtiva, atendendo aos principais objetivos que compõe o currículo pedagógico.

A proposta visa envolver o profissional e possibilitar uma formação gratificante em todos os sentidos. “Foi uma experiência muito boa e a educação permite isso, e eu procuro passar para meus alunos que somos capazes e que a educação transforma sim. É importante acreditar”, explica Paulo.

Samantha completa, ainda, “que toda a minha perspectiva mudou. A comunidade da Trivium me fez crescer como professora, pude conhecer profissionais excelentes e sempre dispostos a ajudar”. 

A certificação dos professores tem maneiras distintas de abordagem, sendo que a principal é voltada para a visibilidade do mercado onde o profissional desenvolve a sua carreira. Desse modo, o docente conta com mais efetividade em suas práticas pedagógicas, uma vez que estará mais apto para desenvolver as competências do século XXI propostas para a educação.

Por outro lado, os estudantes também adquirem muitas vantagens em sala de aula. Contando com o apoio de educadores capacitados na tecnologia da Microsoft, a construção do conhecimento é aprimorada e facilitada, possibilitando que os alunos possam dedicar mais tempo para as atividades interdisciplinares, e não somente para as disciplinas obrigatórias do currículo.

Está mais do que comprovado de que a certificação Microsoft Certified Educator é um verdadeiro diferencial para a carreira docente. Além de engajar os profissionais da educação, o exame também abre portas para o aperfeiçoamento, tornando possível levar uma experiência inovadora e personalizada para dentro da sala de aula.

Quer saber como se tornar um Microsoft Certified Educator? Entre em contato conosco www.trivium.com.br/contato.