A dificuldade de aprendizagem é uma realidade bastante presente nas instituições de ensino. Por isso mesmo, é muito importante que o professor saiba identificar o problema o quanto antes para que possíveis soluções possam ser aplicadas em sala de aula.

Muitos podem ser os motivos do baixo desempenho, e é essencial observar todo e qualquer indício que venha a prejudicar os estudantes. Dessa forma, fica mais simples comunicar à gestão escolar e aos pais do aluno.

Continue a leitura e entenda como identificar o que pode ser feito para superar a dificuldade de aprendizagem em sala de aula. Acompanhe!

Entenda quais são os principais desafios em sala de aula

Ao lidar com estudantes de diferentes perfis, os professores podem acabar enfrentando dificuldades relacionadas ao processo de ensino-aprendizagem. Isso porque alguns alunos acabam por demonstrar um grau insistente de baixo rendimento ou, ainda, não respondem às intervenções feitas pelo educador.

Assim, muitos são os desafios presentes em sala de aula. Entre eles, destacam-se os distúrbios cognitivos, os problemas de seriação e conceituação numérica ou aritmética e, ainda, os relacionados ao raciocínio. Ou seja, são diversas as condições que podem vir a atrapalhar o bom desempenho da turma, sendo necessário realizar uma ampla avaliação interdisciplinar para entender mais a fundo a causa da situação.

Saiba como identificar a dificuldade de aprendizagem nos alunos

Em busca de soluções, é extremamente importante avaliar o rendimento e trabalhar junto a outros profissionais para entender quais são as principais causas da dificuldade do estudante. A seguir, confira algumas ações que podem ser tomadas para sanar o problema de aprendizagem.

Observar o comportamento do aluno durante a aula

Verifique atentamente o comportamento da turma e, se possível, em quais disciplinas ela demonstra mais dificuldade. Com isso, é possível apontar sinais de desatenção e falta de concentração. É válido, inclusive, questionar-se se a metodologia utilizada tem sido ou não eficaz em sala de aula. Se não, busque adaptações e aproxime-se, sempre que puder, da realidade dos alunos.

Verificar o desempenho nas atividades e provas

Devido às exigências da grade curricular, muitas instituições de ensino requerem atividades para analisar o desempenho dos estudantes. Dessa forma, é possível detectar mais facilmente quais são as principais dúvidas e em quais conteúdos a turma sente mais dificuldade. Busque, também, ter uma visão ampla e converse diretamente com o aluno para saber se ele passa por problemas fora do ambiente escolar.

Analisar a escrita e a leitura do estudante

Existem diversos distúrbios que atrapalham o rendimento dos estudantes, como a dislexia e a disgrafia. Eles são apontados como as principais causas de erro na escrita e na leitura e devem ser tratados com bastante atenção pelo educador — que tem o papel de transmitir à equipe pedagógica a situação observada.

Descubra como ajudar os estudantes a superar as dificuldades

Podem ser tomadas algumas alternativas para ajudar os alunos a superar as dificuldades. Por exemplo, propondo aulas que estimulem a interação e, com isso, a melhora na socialização, incentivando as atividades em grupo, aliando os conhecimentos teóricos das disciplinas com o mundo real, fazendo uso de recursos tecnológicos, entre outros.

A escola, nesse sentido, deve compreender que os estudantes não são incapazes de aprender, mas sim que muitas vezes eles podem sentir-se desmotivados ou frustrados com a vida escolar — o que acaba gerando a queda no desempenho. Sem contar que há a chance de existir problemas fora da instituição de ensino, igualmente importantes de serem detectados.

Os educadores devem auxiliar a turma para que seja possível enfrentar a dificuldade de aprendizagem. Para isso, é necessário engajamento e uma análise cuidadosa da situação, com o objetivo de encontrar as melhores soluções para cada caso. 

Gostou do artigo? Então, assine a nossa newsletter e receba em primeira mão mais conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail. Até a próxima!