Ainda que a gestão pedagógica pareça ser a mais importante na manutenção das atividades acadêmicas, ela só consegue apresentar os resultados esperados se outros aspectos forem devidamente trabalhados. Entre esses pontos destaca-se a gestão administrativa escolar.

Aliás, ela é fundamental para que a escola consiga manter o seu pleno funcionamento. Se você quer compreender um pouco mais sobre isso, continue neste texto e entenda mais sobre o tema. Boa leitura!

O que é gestão administrativa escolar?

O gerenciamento de uma instituição de ensino envolve algumas bases. Elas são a gestão pedagógica, financeira, de pessoas, de comunicação, de processos e administrativa.

Todas elas exercem um papel essencial para que o principal objetivo da escola, que é oferecer um ensino de qualidade e formar cidadãos preparados para a vida pessoal e profissional, seja alcançado. Nesse caso, porém, a administrativa é a responsável por fazer a coordenação de recursos materiais e humanos, além de orientar insumos para sustentar os processos.

Dessa forma, ela tem a missão de zelar pelos espaços escolares e melhorá-los para assegurar que tudo esteja certo para o desenvolvimento do processo educacional. Em um laboratório que precisa de materiais para a realização de experimentos, por exemplo, compete a essa gestão prover os instrumentos necessários para a realização das aulas.

Quais as responsabilidades e a importância dessa gestão?

Cabe a gestão administrativa, portanto, algumas atribuições que têm a finalidade de fazer com que todos os setores funcionem de maneira harmônica. São elas:

  • gerenciar os recursos financeiros e materiais da escola;
  • comprar os utensílios necessários e prover a manutenção dos bens da entidade;
  • realizar periodicamente o levantamento do patrimônio da instituição;
  • assegurar a limpeza e a organização dos espaços escolares;
  • desenvolver com outras gestões estratégias de capação e retenção de estudantes;
  • atender as necessidades dos alunos, pais, professores e os colaboradores da unidade de ensino;
  • certificar que todos os materiais do colégio são usados corretamente;
  • fazer com que as leis, diretrizes e os regimentos internos sejam seguidas em plena articulação com as outras bases, de forma especial com a gestão pedagógica;
  • adquirir meios tecnológicos para otimizar os processos internos.

Perceba que as suas funções estão ligadas aos outros de setores de gerenciamento. Na compra de materiais, por exemplo, é preciso que a gestão administrativa se organize com a financeira para fazer a aquisição.

Dessa maneira, conseguimos ver que esse pilar tem uma posição estratégica para a preservação e melhoria dos processos. Por isso, é essencial que esteja articulado com os outros setores, verificando as demandas e provendo o necessário para o sucesso educacional.

Como a tecnologia pode ajudar nos processos?

A gestão administrativa é a responsável por ordenar todos os procedimentos. No entanto, isso não é uma tarefa fácil, mas que pode ser contornado com o auxílio de ferramentas que tornem os processos mais ágeis e seguros.

Por isso, a adesão às tecnologias educacionais é uma boa maneira de otimizar o desempenho das atividades, facilitando a vida de todos os colaboradores. Além disso, esses instrumentos permitem uma visualização mais ampla do status da instituição, permitindo encontrar com mais simplicidade os pontos que precisam ser revistos e melhorados.

Enfim, vemos que a gestão administrativa escolar é essencial para a performance da instituição. Quando bem organizada com as outras bases, e de maneira específica com a pedagógica, os resultados para a academia serão os melhores possíveis.

Gostou? Saiba que temos outros assuntos que possam interessar a você. Siga-nos nas nossas redes sociais e descubra o que podemos oferecer. Até outra hora!