O professor não tem somente a missão de ensinar, mas também de motivar os seus alunos para a aprendizagem por meio de práticas inovadoras.

Sendo assim, tanto o educador quanto a escola devem despertar o interesse nos estudantes para continuarem absorvendo conhecimento ao longo de suas vidas. Desse modo, os alunos estarão preparados para um futuro repleto de curiosidade, contentamento e sucesso.

Com este artigo, pretendemos ajudar os professores nessa tarefa desafiadora, listando algumas dicas práticas para motivar os seus alunos. Acompanhe a leitura a seguir e saiba mais!

Como a motivação contribui para o processo de aprendizagem?

É possível afirmar que a motivação é um dos fatores essenciais para melhorar a aprendizagem, sendo o educador o mediador desse caminho, que observa e cria situações para desenvolver e trabalhar as competências e habilidades em sala de aula.

Dessa forma, sem motivação não existe ensino, nem aprendizagem, pois um aluno motivado tem disposição para novas aprendizagens e o professor também motivado pode envolver o aluno nesse processo.

Como motivar os alunos para a aprendizagem?

Algumas ideias podem ajudar a despertar um maior interesse dos alunos no aprendizado. Veja abaixo 5 dicas para motivar os estudantes a ter um melhor aproveitamento das aulas.

1. Estenda recompensas e apreciação

Você pode recompensar os melhores resultados em testes de classe todos os meses, definir recompensas para quem tiver o melhor desempenho em uma tarefa de casa e assim por diante. 

Além disso, mesmo que você conduza a cerimônia de premiação mensalmente, deve valorizar seus alunos todos os dias.

Pontualidade, disciplina e excelente desempenho em uma atividade são motivos relevantes para valorizar os alunos, que ficam motivados para continuar um bom trabalho.

2. Seja criativo ao ensinar

Conforme discutido acima, para motivar seus alunos a estudarem você deve tentar tornar o estudo interessante para eles. Uma das maneiras mais simples de fazer isso é ser criativo ao ensinar. 

Conforme você acrescenta novos elementos e rotinas ao seu estilo de ensino, elimina o tédio da sala de aula. Como resultado, seus alunos ficam interessados ​​em aprender. 

3. Adicione o elemento lúdico em suas aulas

Os alunos estão sempre prontos para jogar ou fazer uma brincadeira. Isso implica que, se você adicionar o elemento lúdico em seu ensino, os estudantes ficarão encantados pelo aprendizado e, como resultado, terão maior motivação para aprender.

4. Atribua tarefas de grupo sempre que possível

Atribua tarefas de grupo aos seus alunos sempre que for possível. Deixe-os formar seus próprios grupos e trabalhar com seus amigos. 

Quando trabalham juntos, se divertem enquanto estudam e, consequentemente, não se sentem entediados e permanecem motivados para aprender.

Portanto, delegue tarefas aos seus alunos sempre que possível, durante a aula ou como lição de casa. 

Por exemplo, se você é um professor de Língua Portuguesa e atribui tarefas de redação aos seus alunos, tente atribuí-las em grupos.

5. Utilize ferramentas tecnológicas no ensino

Ao utilizar ferramentas tecnológicas para o ensino é possível despertar o interesse dos alunos pela aprendizagem. Então, abaixo seguem algumas ferramentas tecnológicas que motivam os alunos a aprender.

Aplicativos para educação

Com a geração atual cada vez mais imersa em ambientes virtuais, o uso de aplicativo educacional pode ser uma ótima opção para ganhar a preferência dos estudantes e mantê-los estimulados.

Além disso, a ferramenta oferece uma grande interatividade por meio de vídeos, exercícios e dinâmicas digitais.

Os aplicativos podem ser instalados em tablets, notebooks e aparelhos celulares e oferecem tarefas que podem ser realizadas tanto na sala quanto em casa.

Algumas versões também podem ser customizadas conforme as necessidades de cada aluno, já que têm interface ajustável.

Tablets

Se você fizer dos tablets uma adição à sua sala de aula, verá que seus alunos ficarão realmente interessados ​​em aprender. 

No momento em que você pesquisar algo, como “o sistema respiratório”, eles ficarão animados para ver os vídeos relacionados sobre seu funcionamento. Assim, você pode motivar facilmente seus alunos a aprender, utilizando os tablets como ferramenta de ensino.

Visitas a museus virtuais

As plataformas digitais criadas por museus possibilitam que educadores usem conteúdos originais e ferramentas interativas para desenvolver aulas mais agradáveis, sem deixar de lado o cronograma estipulado para o material didático.

O museu virtual incentiva a imaginação e permite a interação dos usuários com a obra.

Considerando as plataformas do mercado, boa parte delas tem ferramentas que salvam itens para rever posteriormente, criam pastas para pinturas e documentos, adicionam notas, entre outras.

Já os professores ou tutores conseguem criar grupos e até planejar o percurso no centro cultural.

Dessa forma, o uso de ferramentas digitais nas instituições de ensino torna a comunicação mais fácil, para enviar um recado aos pais, uma tarefa ou até mesmo para os pais se informarem sobre a vida escolar dos filhos.

Achou o artigo interessante? Compartilhe as dicas nas redes sociais!