Projetos escolares inovadores proporcionam experiências aos estudantes e auxiliam na captação de novos alunos. Isso porque, por mais que o processo de desenvolvimento exija um investimento, o resultado é fantástico e todos sentem orgulho do que conquistaram.

Além do mais, projetos podem ser compartilhados e levados para outros lugares como exposições ou universidades e, por consequência, acabam atingindo um público maior e construindo uma identidade positiva para a escola.

Se você ficou curioso e quer investir em ideias transformadoras, veja aqui quais são os projetos inovadores para inspirar o ensino em sala de aula!

1. Projeto Borboleta

O projeto Borboleta é inspirado em uma intervenção educacional na cidade de Oeiras, um município do Piauí. O planejamento considerou as dificuldades que a educação básica enfrenta em seu ensino básico, como desmotivação ou a infraestrutura inadequada, consequências essas de um investimento deficitário.

O objetivo principal desse projeto era envolver toda a comunidade escolar e formar um elo com os familiares. Com ele, o professor passou a desenvolver um olhar empático sobre os sujeitos da escola e acreditar que, com as condições necessárias e com uma prática pedagógica que garanta justiça social, é possível identificar as limitações e potencialidades de cada indivíduo e fortalecer o processo de aprendizagem.

2. Projeto de Residência pedagógica

Se a sua cidade tem uma universidade nas redondezas, esse é um projeto que você não pode deixar de lado. Nos últimos anos o contato escola e faculdade tem se intensificado com o objetivo de:

  • fortalecer a escola;
  • trazer para mais próximo dos alunos a realidade de um ensino superior;
  • levar novas e profundas experiências para os alunos que ainda estão em formação profissional.

Por isso, entre em contato com os cursos de licenciatura das faculdades próximas. Demonstre que sua instituição tem disponibilidade para receber profissionais em formação e em desenvolver projetos que serão importantes para o crescimento dos alunos e dos universitários.

3. Projeto “O povo conta”

Atualmente, muitos registros ficam 24 horas nos stories das redes sociais e logo são substituídos por outros, isso faz com que muitos acontecimentos tornem-se descartáveis em pouco tempo.

Porém, seus alunos conhecem aquelas histórias que foram conservadas ao longo de muitos anos? Aquelas fotos que foram passadas por gerações e conservam memórias familiares de um registro único e insubstituível?

Sabemos que um bairro, uma região e uma cidade carregam muitas histórias as quais foram conservadas por meio da oralidade. Saber se elas são verdadeiras ou não é o aspecto menos importante nesse contexto, o relevante mesmo é ouvir o povo, registrar os causos e transmitir para as gerações mais novas, a fim de que todos conheçam a própria história para valorizá-la.

4. Projeto empreendedor

Nos últimos anos temos aprendido novas formas de lidar com o nosso salário e com nossas habilidades. É preciso aprender a economizar e a investir em nossos próprios dons. Esse é o objetivo do projeto empreendedor, voltado para o público do ensino médio.

Com ele o aluno poderá identificar sua potencialidade e, por meio do marketing, da tecnologia e do investimento da própria renda, ele verá como empreender pode ser uma atitude positiva para si e para o futuro. Ele aprenderá a se valorizar, visualizar novas perspectivas e a desenvolver autoestima.

Todos esses projetos são importantes para uma instituição. O primeiro valoriza contato escola e família, o segundo tem enfoque no diálogo universidade e estudante e o terceiro visa envolver o aluno com sua própria história e, por último, o quarto propõe trabalhar a visão de futuro e a independência do aluno. Cada projeto com sua particularidade e com seu objetivo. Tudo dependerá do perfil da instituição.

Gostou de nosso conteúdo e quer saber mais sobre o assunto? Então, veja aqui 4 ótimos exemplos de atividades lúdicas com tecnologia na sala de aula e mantenha-se atualizado!